Financeiro,

Preciso aprender contabilidade para abrir uma oficina?

A contabilidade é uma das primeiras preocupações dos empresários, principalmente dos que estão abrindo sua primeira empresa, e colocar em prática parece fácil demais para alguns, e um desafio para outros. Nos dois cenários, existem grandes chances das operações financeiras da sua oficina darem errado.

O ideal é usar uma ferramenta adequada para fazer a contabilidade. A Oficina Inteligente conta com as funções financeiras e contábeis que envolvem todos os setores porque, a cada transação, a margem de lucro da oficina é afetada. Fazer a gestão dessas transações contribui com a saúde financeira do negócio e, de acordo com o Sebrae, possui três funções:

  • Determinar a lucratividade de uma operação, produto ou linha de produção, bem como a rentabilidade de um patrimônio ou investimento;
  • Auxiliar o controle das operações e dos próprios custos, comparando sua execução com os orçamentos e valores padrões;
  • Apoiar o planejamento e o processo decisório em questões do tipo produzir ou comprar, investir ou desinvestir etc.

Usar sua renda pessoal para complementar e pagar as contas da oficina não é uma boa opção. Essa prática é muito comum e muitas vezes, os empresários nem sabem que ela é considerada sonegação involuntária. Você pode ler este artigo para saber como evitá-la.

Você não precisa virar um especialista, afinal, as assessorias contábeis existem para auxiliar nesse sentido. Porém, é importante aprender as nomenclaturas, saber o que significa cada entrada, saída, pagamentos diversos e como isso afeta o balanço mensal da oficina.

Conhecer e controlar os custos é primordial para tomar decisões gerenciais visando lucro, crescimento e estabilidade. Para saber como usar as funcionalidades e cálculos contábeis na Oficina Inteligente, clique aqui.

< Voltar