Sem categoria,

Novas placas do Mercosul ainda geram dúvidas nas empresas do setor

Pode ser que você nem lembre, ou não saiba, mas existe um acordo, firmado em 2010 e reforçado em 2016, onde os quatro países fundadores do bloco Mercosul (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai), mais a Venezuela, decidiram unificar suas placas de identificação veicular. Mas, você sabe como isso afeta toda a cadeia de estabelecimentos que atuam com veículos?

Segundo o grupo, o intuito é facilitar a circulação e a segurança viária entre os países do bloco, assim como assegurar a existência de um banco de dados conjunto. Até aí tudo bem, porém essa implantação se mostra extremamente complexa hoje, em 2018. No Brasil, o processo estava barrado pela justiça, mas dia 1 de novembro, uma liminar pedida pela AGU (Advocacia-Geral da União), ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) foi acatada e a transição foi retomada.

Porém, o único estado brasileiro que já está em transição é o Rio de Janeiro, mas com muita dificuldade. Mesmo com o processo iniciado, o sistema do Detran regional ainda não está adaptado a nova placa, que tem diferença na sequência de números e letras. Com isso, os motoristas não conseguem retirar os novos documentos veiculares, o que pode gerar multas indevidas e insegurança na hora da compra, pois não é possível checar se um carro é roubado, dentre outras coisas.

Como me preparar para a troca?

É fato que as placas irão mesmo mudar, portanto, é preciso estar preparado para não ter problemas na hora de se deparar com um carro diferente em seu estabelecimento. Mesmo com as dificuldades encontradas pelos órgãos regulamentadores brasileiros, é preciso que as empresas consigam se adaptar a essa mudança do mercado consumidor.

O primeiro ponto é verificar se o seu sistema de gestão está adaptado ao novo formato das placas do Mercosul. Afinal, uma inconformidade na hora do cadastro pode acarretar em perda de informações, dados do cliente, hábitos de consumo, períodos de revisão, histórico de visitação, entre outros pontos que podem acarretar na perda de dinheiro e clientes.

Oficina Inteligente já está pronta para receber as placas do Mercosul

Sim, ciente de que uma hora ou outra a transição chegaria em seu ponto crucial, a Oficina Inteligente já se preparou para não ter os mesmos problemas do Detran do Rio de Janeiro, e adaptou seu sistema para receber o novo padrão das placas do Mercosul. “Isso proporciona segurança aos nossos clientes, que não precisam se preocupar com mais essa novidade”, ressalta César Coimbra, fundador da Oficina Inteligente.

Se você ainda não tem o sistema Oficina Inteligente, não perca tempo – nem cliente, acesse o site e veja como é fácil deixar seu estabelecimento organizado e profissional: https://www.oficinainteligente.com.br/ .

< Voltar