Atendimento ao cliente, Financeiro, Gestão e operação,

Tudo o que você precisa saber sobre NF para oficinas mecânicas

A Nota Fiscal (NF) é um dos documentos mais importantes para que uma oficina mecânica ou centro automotivo funcione de maneira formalizada e de acordo com a lei. A principal função da NF é registrar a transferência comercial de bens e serviços, mas é importante ressaltar que ela é muito importante para o seu cliente e para a maneira como ele enxerga sua oficina.  

Antes de mais nada, vale lembrar que não emitir nota fiscal é considerado crime de sonegação e pode gerar uma grande dor de cabeça para o dono de oficina. Por isso, é muito importante entender este documento para evitar confusões e transtornos.

 

A importância da nota fiscal

Ao vender um produto ou serviço, a nota fiscal deve ser gerada para que aquela transação seja documentada e para que os devidos impostos sejam calculados e recolhidos.

A NF também serve para proteger o cliente, garantindo o direito de troca ou reclamação em casos de não prestação de serviços ou venda de produtos com defeito. Por isso, ao não emitir nota fiscal na oficina, além de estar agindo fora da lei, o prestador de serviço está fazendo com que seu cliente se sinta inseguro e, mesmo que o serviço seja bem executado, isso pode fazer com que ele não retorne em outras oportunidades. 

Desta forma, a emissão de nota fiscal é importante para que a oficina ou centro automotivo transmita confiança, segurança e profissionalismo.

Outra função que a nota fiscal pode exercer é de cancelamento de outra nota fiscal emitida anteriormente. Isso pode ser útil em casos de devolução de produto e reembolso, por exemplo. 

Quem deve emitir nota

Toda empresa é obrigada a emitir NF de todos os produtos e serviços vendidos. A única exceção acontece quando o prestador do serviço é MEI (microempreendedor individual) e seu cliente é uma pessoa física. Neste caso, a emissão da nota fiscal não é obrigatória. Mas, se o cliente exigir a NF, mesmo que o prestador seja microempreendedor individual, ele deverá fornecê-la

Os tipos de nota fiscal

  • Nota fiscal de serviço: É o documento que registra a prestação de um serviço e, por isso, é muito utilizada por oficinas mecânicas. Sobre ela incide o ISS (Imposto Sobre Serviço), que é destinado ao município. Portanto, a emissão deste tipo de nota está vinculada à prefeitura de cada município;
  • Nota fiscal de produto: Essa NF documenta a venda de produtos entre outras operações como devolução, garantia, transferência, etc.. Ela é sujeita a cobrança do ICMS, que é um imposto estadual.
  • Cupom Fiscal: É um documento fiscal que também registra a venda de produtos, mais simplificado que a emissão de Nota Fiscal e que pode ser emitida sem os dados do cliente. Também está sujeito a cobrança do ICMS.

Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

A nota fiscal eletrônica (NF-e) tem exatamente as mesmas finalidades e características de uma nota fiscal comum, mas em formato digital, sendo transmitida pela internet.

A nota fiscal manual foi descontinuada em praticamente todo território nacional e, portanto, as empresas estão obrigadas a emitir a nota fiscal eletrônica. 

Algumas vantagens da utilização NF-e na oficina mecânica são:

  • Redução de custos com papel, transporte de documentos e arquivamento;
  • Facilita e torna mais ágil trâmite entre empresas, o que é importante para oficinas que atendem empresas frotistas;
  • Aumenta a transparência e confiabilidade dos processos fiscais;
  • Melhora o controle fiscais;
  • São validadas várias informações pelo Fisco, minimizando erros na emissão;

Por isso, trabalhar com nota fiscal eletrônica pode proporcionar a rapidez e praticidade que você procura.

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e)

A grande maioria dos 5.570 municípios do Brasil já aderiram a obrigação de emitir as Notas de Serviço no formato eletrônico, através da internet utilizando um login no portal da prefeitura. Isso trouxe maior controle na previsão de arrecadação dos municípios.

As vantagens são as mesmas da emissão da Nota Fiscal Eletrônica de Produto, mas incluem também:

  • Preenchimento automático dos dados da empresa emissora;
  • Preenchimento automático dos dados do cliente destinatário;
  • Acesso online pela contabilidade, das notas emitidas;
  • Possibilidade da contabilidade importar as notas, evitando erros e trabalho manual;

Nota Fiscal ao Consumidor Eletrônica (NFC-e)

O Cupom Fiscal passou por várias mudanças nos últimos anos, e umas dessas mudanças é a migração para a versão eletrônica chamada tecnicamente de NFC-e.

A NFC-e já está disponível hoje nos estados abaixo:

  • – Acre – AC
  • – Alagoas – AL
  • – Amazonas – AM
  • – Amapá – AP
  • – Bahia – BA
  • – Distrito Federal – DF
  • – Espírito Santo – ES
  • – Goiás – GO
  • – Maranhão – MA
  • – Mato Grosso – MT
  • – Mato Grosso do Sul – MS
  • – Minas Gerais – MG
  • – Pará – PA
  • – Paraíba – PB
  • – Paraná – PR
  • – Pernambuco – PE
  • – Piauí – PI
  • – Rio de Janeiro – RJ
  • – Rio Grande do Norte – RN
  • – Rondônia – RO
  • – Roraima – RR
  • – Rio Grande do Sul – RS
  • – São Paulo – SP (Exige a compra do SAT)
  • – Sergipe – SE
  • – Tocantins – TO

Assim como a NF-e, seu formato é digital e transmitido pela internet, com a diferença que não é exigido os dados do cliente para sua emissão. 

Ela é a melhor alternativa para empresas com alto volume de vendas diárias, e onde o cliente não está acostumado a lhe fornecer seus dados como: Nome, Endereço e CPF. São os casos de auto-peças e trocas de óleo.

É aconselhável a compra de uma impressora de comprovante térmica, para a impressão da NFC-e, para ficar em um formato mais amigável para o cliente. Mas a lei permite que você imprima em qualquer tipo de impressora, inclusive no papel A4.

Nos casos em que o cliente permitir, pode ser enviado a NFC-e apenas por e-mail, evitando a impressão do cupom.

Cuidados na Emissão de NF-e, NFS-e e Cupom Fiscal

Para emitir Nota Fiscal Eletrônica ou Cupom Fiscal Eletrônico, é necessário a compra de um certificado digital no CNPJ da empresa.

O certificado digital é o dispositivo que assina a nota fiscal na sua emissão, garantindo a autenticidade da nota e os dados da empresa que está emitindo.

Para emissão da Nota Fiscal de Serviço, a maioria das prefeituras lhe entrega um login e senha, sem a obrigação da compra do certificado digital.

Ao emitir nota fiscal, é necessário ter alguns cuidados e muita atenção, confira:

  1. Sempre procure um contador de confiança, para te orientar sobre as leis federais, estaduais e municipais que regem a sua empresa.Na dúvida, também vale ler com atenção os regulamentos que regem à emissão de documento fiscal na sua região;
  2. Mostre-se bem intencionado, emitindo nota fiscal sempre, sem que o cliente precise pedir;
  3. Preencha os documentos fiscais com calma, atenção e de acordo com a legislação;

Conte com a Oficina Inteligente para emitir sua NF-e

Com Oficina Inteligente, o primeiro software de gestão para oficinas mecânicas 100% online do Brasil, torna ainda mais fácil a emissão de NF. Nosso Plano Eficiente é o mais barato do mercado com emissão de NF-e. Assista o vídeo abaixo e confira, em pouco mais de 1 minuto, como é simples emitir nota fiscal pelo nosso sistema:

  

Também é possível, através do nosso sistema, a emissão de nota fiscal de serviço (NFS-e). Confira.

Veja também como é simples e prático emitir NFC-e pelo sistema da Oficina Inteligente:

Viu como é fácil? Não perca mais tempo, deixe sua oficina mais eficiente e inteligente.  Entre em contato.  

< Voltar